Twitter fornecerá dados em tempo real para agências durante Olimpíadas

O Twitter lança nesta segunda-feira (25) a primeira ferramenta pública com informações em tempo real utilizada em um megaevento. O #LiveInsights vai ao ar hoje e funciona até o fim dos jogos Rio 2016, reunindo informações e dados relevantes da rede social no Brasil. A ideia é que ela seja um termômetro para facilitar o trabalho de marcas e agências na hora de identificar oportunidades para guiar suas estratégias e ações durante as Olimpíadas.

Read More

São Paulo deve autorizar uso do Uber nesta quinta-feira, informa telejornal

Ao que tudo indica, a briga do Uber para continuar existindo na maior cidade do país está chegando ao fim, e com resultado bastante positivo para o serviço.

De acordo com reportagem veiculada pelo jornal Bom Dia São Paulo, da Rede Globo, o prefeito paulistano Fernando Haddad deve anunciar na tarde desta quinta-feira (08) a decisão que regulamenta o funcionamento do Uber em São Paulo. Com isso, o serviço passa a ser legal e tem características específicas, diferente das dos táxis convencionais.

Read More

Juiz derruba proibição do Uber no Rio de Janeiro

A novela do Uber no Brasil realmente está longe de acabar. Após o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, ter sancionado o projeto de lei que proibia o serviço de funcionar na capital fluminense, eis que uma decisão da Justiça vem para reverter a situação e fazer com que a circulação dos polêmicos carros pretos seja mais uma vez legal.

Read More

Terra e areia impedem leitura de QR Code em calçada no Rio

Inaugurado na última sexta-feira pela prefeitura do Rio de Janeiro, o trecho de calçada portuguesa, na praia do Arpoador, na zona sul, com o QR Code de acesso às informações turísticas do local via smartphones e tablets já apresenta problemas para leitura devido à terra e areia que se concentram sobre o local. Turistas reclamaram que a novidade tecnológica ainda não está totalmente apta para o acesso do conteúdo digital.

No Arpoador, também não conseguiram fazer o uso do QR Code via smartphone. O vendedor de bebidas na praia, Luciano Almeida, brincou apelidando o pedaço de calçada portuguesa com o código de barras bidimensional de “QR Nada”.

Dentro de um projeto de expansão cultural do Rio, principalmente entre os turistas estrangeiros, os QR Codes serão espalhados até o final do ano em 30 pontos turísticos da capital fluminense, como a Vista Chinesa, e os Arcos da Lapa.

O sistema do QR Code é semelhante ao utilizado nos leitores habituais de códigos de barra, mas com poder de armazenamento de informação muito maior. Outras grandes cidades do mundo, como Paris e Nova York, já dispõem do serviço. A partir da decodificação, com a câmera de um celular ou tablet, o usuário é direcionado para um site e pode saber, por exemplo, que o Arpoador é um ponto de prática local do surfe.

A secretaria de Conservação Pública, pasta responsável pelo projeto, informou via assessoria de imprensa que dará toda a atenção necessária com inspeções quase que diárias nas calçadas no sentido de conservar o acesso às informações e que, pelo fato de a praia ser um lugar aberto, está mesmo sujeito a areia, terra e chuva.

A secretaria afirma ainda que o ponto principal do sistema é proporcionar ao turista o pronto acesso ao conteúdo e que, portanto, a placa de alumínio em frente ao ponto de calçada portuguesa também permite leitura e está funcionando. Estão previstos projetos educacionais para aproximar a tecnologia dos próprios moradores do Rio que ainda desconhecem o projeto tecnológico.